Capa portal orion.jpg

Ricardo González decidiu reeditar seu livro “El portal de Órion” em 2018. Escrito originalmente em espanhol, essa é a primeira edição da obra traduzida para a língua portuguesa – “O Portal Cósmico de Órion”.

Sem dúvida, trata-se de um trabalho de investigação sério, rico, amplo e revelador. 

“Sou consciente de que as páginas deste livro encerram informações extraordinárias. Sei, definitivamente, que a tarefa de compartilhar aquela mensagem não será fácil, tampouco em vão.

Todos nós sabemos que estamos vivendo tempos extraordinários e extremamente significativos como raça humana. Não obstante, poucos intuem que tudo isso está ligado a um segredo estelar que nos tem sido silenciado por milênios. Os seres humanos são a síntese desse segredo. E por consequência temos uma missão. Essa é a força que me impulsiona a escrever estas linhas. Uma força “inteligente” que pude sentir no Egito quando aquela “porta interdimensional” me levou até aquelas estrelas distantes, onde tudo se iniciou...

 

"Desde já, este não é um livro conservador de história egípcia. Os egiptólogos ortodoxos rasgariam suas vestes só de ver esse prólogo. Muito menos é um ensaio de investigação, apesar de que citarei uma série de informações relacionadas ao intrincado e escorregadio assunto dos encontros com seres de outros astros e realidades. Este livro é o testemunho de um contato. E uma síntese de suas potentes revelações.."


De resto, humildemente, deixo a critério e opinião de cada leitor”.

Autor

 

Em 2018, Ricardo González completou quarenta e quatro anos.

Nesse mesmo ano, completaram-se trinta anos desde aquele avistamento OVNI, ocorrido em Lima, sua cidade natal, que o levou a descobrir quem eram “eles”. Fruto desta cruzada, Ricardo já deu a volta ao mundo mais de cem vezes.

Seu testemunho de contato e seu impenitente trabalho de investigação sobre os “não identificados” o tornou uma referência mundial.

Com vinte livros publicados até a presente data, um dos mais controvertidos e reveladores é “O Portal Cósmico de Órion”, que se reedita em perfeito momento, a pedido dos leitores.

 

www.ricardogonzalezoficial.com