Capa-01-01.jpg

A ideia de organizarmos este e-book é anterior à crise que agora vivemos. Mas talvez seja nosso entendimento de que a crise atual não é apenas sanitária, mas especialmente crise dos afetos que conformam nossa política de vida e morte, que fez a ideia da publicação virar uma necessidade urgente a ser concretizada. Afinal, em tempos de isolamento social é fundamental pensarmos no afastamento geracional provocado pelas medidas de segurança biológica, cujas consequências afetivas, por sua vez, talvez sejam inestimáveis. Mas para além do momento atual, as pessoas idosas vêm sendo, há muito tempo, enquadradas em estereótipos que muitas vezes as impedem de viver a velhice em toda sua plenitude e heterogeneidade.

Organizadoras:

Fernanda Omelczuk, Mônica de Ávila Todaro